Mudar

‘Não consigo imaginar você assim!’. Foi o que me disse um garoto que me conhecera nestas férias enquanto eu lhe contava algumas das minhas peripécias do ano passado. Baladas e bebidas de mais. Compromissos de menos. E um coração fechado para qualquer paixonite. Nada de namorados ou qualquer outra forma de atrapalhar a liberdade da minha solteirice.

O comentário passou batido. Emendei outro assunto e escapei de fininho. Mas desde então não paro de pensar… Será mesmo que eu mudei tanto? Será que a menina que costumava respirar sentimentos não vive mais dentro de mim?

É lógico que eu acredito em mudanças. Não só acredito como sou totalmente a favor. Creio que precisamos experimentar constantemente novas fórmulas e sensações para encontramos a melhor versão de nós mesmos. Aquela com a qual nos identificamos. Aquele jeitinho que é só nosso. O jeito que nos orgulhamos em ter.

O que não podemos é confundir as novas vivências com a nossa maneira genuína de ser. E talvez eu tenha deslizado nesse ponto. Eu não sou tudo o que fiz.

Acho que aproveitar a vida ao máximo e dar umas boas risadas não é pecado nenhum. Pelo contrario. Viajar, sair, dançar, beber, beijar, viajar… Tudo uma delícia e altamente recomendável – ao menos por mim. O problema é quando isso tudo afeta outras pessoas. O ruim é quando decepcionamos quem gosta de verdade da gente para termos a rotina que acreditamos ser a melhor. A que nem sempre é. Foi o que eu fiz. E isso definitivamente não é meu.

2008 foi o ano de conhecer pessoas novas. Gente que eu nem lembro o nome. O ano de deixar de ser certinha e careta. De sair da redoma de vidro em que eu costumava ficar guardadinha. De curtir, de experimentar. De testar os meus limites. 2008 foi o ano de descobrir que adoro ser como eu sou, de saber que posso ser tudo o que eu quiser sem nunca deixar de ser doce, meiga, feminina, sonhadora.

Em 2009 eu vou misturar isso tudo. Eu volto a ser eu mesma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s