Piloto automático

 

Acordei procurando não pensar. Aliás, pensando em dormir mais um pouco, ou muito, ou o dia todo, quem me dera. Levanto sem ao menos perceber se com o pé direito ou esquerdo, e sigo a minha rotina do mesmo jeito. Já não sei se meu banho está frio ou quente, se meu café está forte de mais ou de menos. Coloquei o meu dia no piloto automático. Não me peça para fazer escolhas difíceis. Hoje não.

Posso garantir que não estou de mau humor nem triste. Que motivos eu teria? Tampouco fui eu quem teve a brilhante idéia abstrair do mundo. Aconteceu. Acontece vez ou outra comigo. É um daqueles defeitinhos que trago desde pequena. Sou capaz de passar segundos, minutos, olhando fixo para algum lugar, ou talvez em outro lugar, e só volto com um chamado mais insistente. Tem sempre alguém tentando nos trazer de volta à realidade.

Mas como sou cabeça dura logo mergulho novamente no meu mundinho, enquanto o resto do dia passa sem que eu perceba. Vou aonde tenho que ir, vejo as pessoas que estou habituada a conviver, e converso mesmo sem medir ou saber exatamente as palavras que saem da minha boca.

Nada melhor que um bom livro, um pijama quentinho e uma cama macia para terminar automaticamente o meu dia automático. Apago a luz, fecho os olhos, viro para o lado e adormeço sorrindo. Não posso deixar meus sonhos sem um final feliz.

Anúncios

Um comentário sobre “Piloto automático

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s