Ser eu

Parece fácil demais ser eu. Talvez porque eu tenha um dom involuntário de desligar de tudo, uma mania de imaginar situações diferentes, de sonhar acordada. Não que eu não me importe com o mundo que vez ou outra desaba à minha volta, eu simplesmente não percebo os escombros.

Brinco que para uma pessoa conseguir brigar comigo ela precisa ser muito boa nisso. É difícil me tirar do sério. Primeiro porque demoro uns bons minutos até notar que a pessoa está realmente falando comigo, depois porque dificilmente discuto. Não pense que me falta vontade ou argumento para me defender, isso eu tenho de sobra. O que me falta é discernimento para perceber que a pessoa está se referindo mesmo a mim, que aquela cena está acontecendo e eu sou uma das protagonistas de tudo. Não suporto nem a possibilidade de que alguém possa gritar comigo.

Parece fácil ser eu mesma porque eu nunca estive sozinha. Sempre que eu quis chorar tive um amigo ao meu lado para expor meus sentimentos, para me dizer que tudo ficaria bem. Sempre que eu quis gritar, tive companhia para fazer as minhas loucuras, para desaparecer do mundo nem que fosse por apenas cinco minutos. Sempre que eu quis fugir tive alguém para me pedir para ficar um pouco mais, para me dizer que eu fazia a diferença.

Entretanto, não pense que é sempre fácil ser eu. Até porque eu sei bem que dificulto as coisas muitas vezes. Na minha ânsia em corresponder às expectativas das pessoas que esperam que eu esteja sempre sorrindo, negligencio as minhas dores. Não quero me expor, não quero o consolo de ninguém. Numa tentativa tola de que tudo dê certo, carrego sozinha a mágoa daquelas palavras que não ficaram entaladas na minha garganta, mas desceram me rasgando por dentro. Levo a frustração por não satisfazer o que eu mesma espero de mim.

Por mais que eu saiba que não posso tudo sozinha, é difícil perder a velha mania de fingir que não me importo e guardar minhas dores embaixo do tapete. Mesmo que por dentro meu peito grite, que meu coração peça pela cumplicidade que se perdeu, sempre ensaio meu sorriso mais bonito.

A vida se torna muito mais gostosa e completa quando compartilhada. Talvez essa seja a razão para que eu busque tanto ser compreendida. Por isso, não me julgue. Não me condene ou absolva. Apenas tente se colocar no meu lugar. Apenas me respeite e não pense que é fácil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s