O que magoa

Não costumo me magoar por motivos banais. Não sei se isso é bom ou ruim, mas com o tempo aprendi a reconsiderar, a não levar tudo tão ao pé da letra.

Mesmo as pessoas mais bem intencionadas do mundo podem ser rudes vez ou outra, podem falar sem pensar, sem motivo ou razão. Ninguém está livre de entender algo errado, ninguém precisa concordar com tudo o que escuta, ninguém está sempre certo. O que não podemos é deixar um desentendimento bobo sem esclarecimento ou uma grosseria sem um pedido de desculpas. Isso sim machuca.

Não magoa quem fala o que pensa, mas com respeito. Quem discute e ouve, quem argumenta e compreende. Não magoa quem dá importância a uma boa conversa, quem sabe que as pessoas têm sentimentos e se preocupa com eles.

Não magoa quem se exalta, mas volta para conversar depois das brigas. Quem pergunta o que está errado, quem se importa. Não magoa quem não é sempre o dono da razão, quem sabe que há momentos para tudo, inclusive para se dizer um sonoro e simples: eu sinto muito.

Só magoa quem dá as costas, quem ironiza. Quem machuca e desconversa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s